Resenha- Fala sério mãe?

“Que ser mãe é padecer no paraíso a sabedoria popular já tratou de espalhar para todo o mundo. Mas… e quanto aos filhos? Será que não vivem lá o seu quinhão de martírio nessa relação?”

Um livro curioso e que é fácil de se identificar, Fala sério mãe? Da Thalita Rebouças, pode ser facilmente descrito dessa singela maneira. As personagens são pessoas comumente comuns, como todos nós, apenas exploram seus sentimentos(que estão á flor-da-pele) e sua relação.

Posso falar com convicção que a mãe da Maria de Lourdes(protagonista) é igualissississíssima á minha mãe(tirando o fato de nunca dançar em público e eu a fazer pagar mico). A Maria De Lourdes é o contrário de tudo que sou, muito sério, ela me fez entender melhor a cabeça dos outros(apesar de ODIAR saber seus obscuros pensamentos).

Sem enrolação, o livro, para mim, é sem sal, sem graça, sem cor, sem vida. Não dá vontade de saber mais, a personagem principal é muito mais ou menos, sem personalidade(não encontrei maneira melhor de descrevê-la), não sei como a mãe dela a aguenta. Angela(a mãe) é encantadora e cativante, cheia de alegria. Maria de Lourdes não merece a mãe que tem, afirmo com toda a certeza.

Sim, a minha opinião passada e presente é contraditória, mas a conclusão é a mesma. Nunca mais comprarei um livro da Thalita(a não ser da Arqueiro ou da Rocco Pequenos Leitores), me desculpem.

Enfim, o livro é fraquinho, eu esperava muitíssimo mais

Anúncios